Um dos passeios mais legais que fizemos quando estivemos na região de Mendoza foi o dia de Bike & Wine no Valle de Uco, que fica distante aproximadamente a uma hora da cidade. Região de belas paisagens e de grandes bodegas – muitas delas superpremiadas!

Bike Wine Valle de Uco

Como dizem os argentinos, foi um hermoso dia, pedalando pelos vinhedos, degustando vinhos e provando da alta gastronomia oferecida pelos restaurantes das vinícolas do Valle de Uco.

Valle del Uco e Tupungato

O Valle de Uco tem sido apontado pela crítica como a região dos melhores vinhos argentinos. Todos os grandes produtores do país agora têm vinhedos por lá e nos últimos anos a região recebeu muitos investimentos, inclusive internacionais.

Bike Wine Valle de Uco

O vale é uma espécie de anfiteatro natural delimitado pelos rios Tunuyan e Las Tunas. Divide-se em três sub-regiões: Tupungato onde fica o imponente vulcão do mesmo nome que está a 6.500 metros acima ao nível do mar e as sub-regiões de Tunuyan e San Carlos.

Bike Wine Valle de Uco

Nós pedalamos por Tupungato que fica encostada na Cordilheira dos Andes, tão perto que quase podemos tocá-la. Dizem que essa região é privilegiada por estar entre 1000 e 1300 metros acima do nível do mar. É que os enólogos atestam que justamente a qualidade do vinho vem da altitude.

Com mais de 300 dias de sol por ano, o Valle de Uco tem clima semiárido, solo pedregoso, dias quentes e as noites frias. É difícil de acreditar como nasce tanta uva boa naquelas terras! E como nasce! Além da altitude, é essa amplitude térmica que permite que as uvas amadureçam mais lentamente, ganhem concentração, e produzam vinhos tão fantásticos como os que tivemos a oportunidade de provar por lá.  

Para uma experiência completa você pode hospedar-se em uma das vinícolas que oferecem acomodações. Há opções do rústico ao luxuoso. Confira a Casa de Uco, a Salentein, a Bodget La Azul ou Casa Petrini.

Quando ir ao Valle de Uco

A melhor época para visitar Mendoza é no final do verão, entre fevereiro e março que é a época da colheita. Geralmente no 1º fim de semana de março acontece a Fiesta Nacional de La Vendimia, a festa da colheita da uva. Deve ser bem legal! Eu fui em Abril, no feriado da Pascoa, e peguei dias lindos. Aproveitamos muito!

Bike Wine Valle de Uco

Bike & Wine no Valle de Uco, uma combinação perfeita

Quem me conhece por aqui já sabe que eu adoro andar de bicicleta. E juntar bike com a oportunidade de tomar um dos melhores vinhos do mundo, me pareceu uma combinação perfeita num dia de bike & wine no Valle de Uco. Foi aí que encontrei o tour do Sergio Sanchi que oferece roteiros personalizados de bicicleta nas mais belas vinícolas de Mendoza, incluindo Valle de Uco e Lujan de Cuyo.

Bike Wine Valle de Uco

Sergio nos pegou cedo no hotel em Mendoza, numa camionete carregada de bicicletas TREK e seguimos a Ruta Nacional 40, uma rodovia que atravessa a Argentina de norte a sul, rumo ao Valle del Uco por aproximadamente 1h 15min. As 10:30h da manhã já estávamos na Vinícola Salentein para uma visita guiada com degustação de vinhos. Continue lendo pois vou contar como foi nossa visita mais abaixo.

Bike Wine Valle de Uco

Por volta das 12:h começamos a pedalar até a segunda vinícola. Foi uma experiência única pedalar margeando a Cordilheira dos Andes, com o ar batendo no rosto, sentindo total integração com a natureza. O pedal é tranquilo e prazeroso, pedalamos algo como uns 12km, sempre em rota plana.

Bike Wine Valle de Uco

O Sergio fornece capacetes de boa qualidade, bikes TREK com bancos em gel e luvas.​ Água mineral e o carro dele fica à disposição para qualquer apoio necessário. Ele nos acompanhou pessoalmente por toda a pedalada, supersimpático, fala espanhol, inglês e arranha bem o português porque já morou um tempo no Brasil. Deixo aqui o link do site dele e o whatsapp +54 9 261 418-4958. Super recomendo, vale muito!

Bike Wine Valle de Uco

Chegamos na Andeluna já havia uma mesa reservada para nós. O grupo contava com mais um casal de brasileiros super simpáticos, nos divertimos muito. O almoço na Andeluna foi servido em 6 passos com degustação de vinhos. Ao final, todos alegrinhos, colocamos as bikes na camionete e voltamos cantarolando felizes pelo dia maravilhoso que tivemos. Sérgio nos deixou no Hotel em Mendoza antes do anoitecer.

Bike Wine Valle de Uco

Assim como no Brasil, na Argentina também não se pode beber e dirigir. Então pedale, esse é a minha dica. Ahaha. Agora é sério, bom saber que as blitz nas estradas argentinas são frequentes, mesmo em locais mais afastados dos centros urbanos, como o Valle del Uco.

Bodegas Salentein

A Impressionante bodega Salentein, fundada em 1996, foi uma das pioneiras no Valle de Uco. Nasceu do sonho de Mindert Pon, um holandês que se encantou pela Argentina, seus vinhos e sua cultura. Seus vinhedos estão entre 1.050 e 1.700 metros de altitude e se beneficiam da pura água do degelo da neve. A bodega que ganhou muito prestígio com a combinação de uvas, vinhos incríveis e características únicas, produz mais de  1 milhão de litros por ano.

Bike Wine Valle de Uco

Com arquitetura arrojada e simétrica, os prédios da Salentein foram projetados de forma diferente. Com forte identidade andina, foram feitos de pedras retiradas do Valle de Uco que simbolicamente servem para mostrar que, apesar de manterem os olhos pro mundo, os pés estão plantados naquela terra. Essas pedras, além de suportar terremotos e não exigirem muita manutenção, melhoram a térmica interior, tão necessária para a produção dos vinhos. A vinícola Salentein tem por objetivo expressar em cada garrafa de vinho a geografia única do Valle do Uco e o fazem em perfeita harmonia com o ambiente e a cultura andina.

A visita começa no primeiro piso da vinícola onde estão os tanques de fermentação de aço inoxidável, onde as uvas recém-colhidas e esmagadas ficam fermentando por alguns dias.

Bike Wine Valle de Uco

A bodega foi construída em forma de cruz com a intenção reduzir o tempo de deslocamento entre as etapas da produção e colheita. Assim, o vinho percorre um caminho bem curto entre os tanques e os barris, sem se expor à luz, preservando seus frescor e características.

Bike Wine Valle de Uco

Todas 4 alas da bodega convergem para um anfiteatro bem no centro, chamado de La Cava, que tem inclusive um piano de calda e toda estrutura para sediar apresentações de música e dança. A sala, que foi construída com piso de pedras naturais da região, tem acústica similar a dos melhores teatros do mundo. Uma vez por ano, a bodega oferece um concerto musical para críticos e personalidades super vips do mundo do vinho. Ali ficam mais de 5.000 barricas de carvalho francês organizadas por tipo de vinho. Pra mim foi o segundo ponto alto da visita, depois da degustação.

Bike Wine Valle de Uco

A sala de degustação está a oito metros de profundidade, com temperatura e umidade perfeitas para o vinho, luz baixa e ótima acústica para ouvirmos todas as histórias sobre a fabricação dos vinhos da Salentein. Degustamos a linha Primus, elaborado somente em safras excepcionais e envelhecido por 19 meses em barricas de primeiro uso.

Bike Wine Valle de Uco

Dentro da Salentein existe um museu de arte contemporânea chamado Killka com uma coleção de arte contemporânea argentina e outra coleção de pinturas holandesas dos séculos XVIII e XIX.

Bike Wine Valle de Uco

Tem também um pousada boutique, um restaurante maravilhoso e uma lojinha para você levar vinhos realmente bons para casa. As garrafas sempre estão em preços mais atrativos do que os normalmente vistos em adegas de todo o país. Aproveite!

Bike Wine Valle de Uco

Andeluna Cellars

Depois da excepcional visita à Salentein pedalamos ruma à Andeluna Cellars, que tem o nome da junção de Andes com Luna (lua em espanhol). A Bodega, que possui uma vista privilegiada da Cordilheira, foi fundada em 2003 pelo empresário norte-americano H. Ward Lay, o mesmo das batatas Lay’s.

Bike Wine Valle de Uco

É uma vinícola mais rústica que a Salentein, com prédio de tijolinhos, vidros e muita madeira. Um lugar extremamente acolhedor, com uma bela varanda onde almoçamos, sofás no jardim com ombrelones para proteger do sol e uma vista privilegiada da cordilheira dos Andes.

Bike Wine Valle de Uco

Lá não fizemos uma visita propriamente dia, até porque elas não mudam muito entre si, de vinícola para vinícola. Claro que todas têm suas particularidades nos processos de colheita, irrigação, tipos de tanques de fermentação e barris utilizados para envelhecimento. Ali fomos especialmente (de bike!) para conhecer o restaurante e experimentar sua gastronomia num almoço servido em 6 passos. Obviamente muito bem harmonizado pelo seus diferentes rótulos.

Todos os pratos foram preparados com excelentes ingredientes, saborosos, me lembro bem do mignon suculento servido com batatas e vegetais crocantes acompanhado daquele malbec equilibradíssimo. As sobremesas estavam divinas.

Bike Wine Valle de Uco

Sem pressa passamos a tarde ali experimentando o melhor que Valle de Uco poderia nos oferecer em pratos e vinhos. Tarde espetacular com vista das plantações de uva e ao fundo a cordilheira dos Andes. Já deixou saudades!! Obrigada querido Sergio, esperamos voltar agora para fazer com você o tour por Lujan de Cuyo, também nos arredores de Mendoza.

Espero que tenham curtido minhas dicas de Bike & Wine no Valle de Uco. Se tiver qualquer duvida, deixa uma mensagem aqui abaixo, terei prazer em ajudar.

Um abraço, saúde e até breve.

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

1 comentário até agora!

  1. Maravilhoso texto e as fotos tbm dessas vinícolas em Mendoza , sempre com a vista da linda Cordilheira dos Andes … adoramos as dicas ! Vamos marcar !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *