Maragogi

O litoral norte de Alagoas, conhecido como Costa dos Corais, possui a segunda maior barreira de corais em extensão do mundo, perdendo apenas para a Austrália. É um paraíso para os olhos de todos, principalmente aos apaixonados por mergulhos. Conhecida como “Caribe brasileiro” por conta das suas águas mornas e esverdeadas, quase transparentes, e seus recifes coloridos, Maragogi é cercada por um mar calmo, de águas mornas e muito claras. A areia é branquinha, formada do cascalho dos corais. Veja nesse artigo as melhores dicas de Maragogi e a Costa dos Corais.

DCIM114GOPRO

Dicas de Maragogi e a Costa dos Corais

A região da “Costa dos Corais” abrange as praias de Maragogi, Japaratinga, Porto de Pedras, São Miguel dos Milagres, Barra de Santo Antônio e Paripueira, lugares paradisíacos, com piscinas naturais, rios, cachoeiras, coqueirais, gastronomia e hospitalidade.

Maragogi, que significa “rio livre”, é o ponto alto do circuito e o segundo destino mais procurado de Alagoas, depois de Maceió. Sua exuberância está em suas piscinas naturais, as famosas Galés, que são formadas pelas marés baixas em pleno alto mar.

Maragogi fica a 130 km de Maceió, com acesso de carro pela litorânea BR-101, sentido Barra de Santo Antônio e Japaratinga. Se vier de Recife, quase a mesma distância, rume pela PE-60 sentido Porto de Galinhas, passando por São José da Coroa Grande.

Com uma população de 25 mil habitantes, tem boa infraestrutura turística, hotéis e pousadas de todos os tipos, diversas lojas de artesanato e restaurantes a beira mar que servem de apoio para os passeios às piscinas. A culinária passa deliciosamente por um festival de frutos do mar, cocadas e pelos doces caseiros de caju.

Maragogi-Aquario-natural

Ali encontra-se uma Área de Proteção Ambiental (APA), que protege um dos ecossistemas mais importantes do Brasil, com diversificada fauna e flora de espécies marinhas.

Quando ir à Maragogi

Como todo destino praia, o ideal é ir com sol! O verão é por sorte o período quando o mar está mais claro e cristalino, mas por outro lado, é também quando a cidade fica cheia e movimentada…

Maragogi-costa-dos-corais

As temperaturas são altas durante todo o ano, com a média em torno dos 26-27 graus. Mas há sempre um ventinho que ajuda a disfarçar o calor, mas por isso, é preciso redobrar o cuidado com o protetor solar. O sol está ali, não esqueça dele! Os meses com menor índice de chuva estão entre outubro e janeiro. O período mais chuvoso vai de abril a julho, quando a água do mar não fica tão transparente quanto no verão. Eu fui em Novembro e encontrei muito sol, águas belíssimas e preços razoáveis. \o/  \o/  \o/

Tábuas das marés

É super importante programar sua viagem observando as tábuas das marés, pois as visitas às piscinas naturais só são permitidas com a maré máxima de 0.6 m, no horário entre 6 e 17 h. Há dias seguidos de maré alta quando não são realizados os passeios às piscinas naturais. Programe-se para evitar esses dias.

Além disso, há uma restrição de número de visitantes por dia, mais uma razão imprescindível para que você agende com antecedência o seu passeio. Estar em Maragogi no período de maré mais baixa faz muita diferença. Eu vi gente voltando sem ter lugar no barco... 🙁

Maragogi-gales

Os passeios de Maragogi

Os passeios, quase diários, dependem da maré. Partem da praia principal da cidade em direção às Galés, arrecifes com rica flora e fauna que, durante a maré baixa, formam piscinas naturais de águas azuis e verdes cristalinas que ficam a aproximadamente 6 km distantes da costa.

Esse espetáculo da natureza era visitado por mais de 20 mil pessoas por ano, quando os proprietários das embarcações não respeitavam o meio-ambiente, superlotando e ameaçando a região pela intensa visitação de turistas que chegavam em seus catamarãs.

Foi preciso ordenar este turismo, que embora ecológico, estava degradando pelo mal uso das atividades econômicas e pesca predatória. Hoje em dia, regulado pela APA, há um revezamento entre as agências para evitar essa superlotação, além de um limite máximo de 720 pessoas por dia distribuídas entre as empresas que vão em catamarãs, lanchas e embarcações para mergulho. Em alguns dias não é oferecido passeio para determinada piscina, mas sempre tem alguma, portanto você não corre o risco de ficar sem opção. São 3 piscinas na região de Maragogi, as Galés, Barra Grande e as Taocas – as três oferecem experiências parecidas. Anotadas as dicas de Maragogi?

Chegando lá instrutores dão aulas de mergulho autônomo, tiram fotos subaquáticas e você pode praticar snorquel ( se tiver leve o seu, ou então alugará um no barco ).

Maragogi-Padi-Scuba-diving

Escolha o seu passeio em Maragogi

Recomendo fazer o passeio com as empresas credenciadas pela prefeitura e pelo Ibama que tem cuidado e controle ambiental para preservar este paraíso. O acesso é feito com catamarãs, com toda segurança, coletes e tripulação treinada, com conduta consciente e conhecimento de primeiros socorros. Lá você conta com um apoio de uma “ambu-lancha” que torna seu passeio mais seguro.

Em média o passeio leva 3 horas, que passam voando e você sai querendo mais.  É um verdadeiro desfile de cardumes coloridos formados por peixes, estrelas e ouriços-do-mar, e muitos tipos de corais, entre eles o coral de fogo e o coral cérebro.

Outras importantes regulamentações foram: a proibição da pesca nos limites de 500 metros da piscina natural, a comercialização e o consumo de alimentos e de bebida alcoólica na área e nas embarcações, e a proibição de ofertar alimento aos peixes.

Maragogi-Frutos-do-mar

Abaixo estão as principais empresas que fazem um rodizio de barcos entre as piscinas:

  • Frutos do Mar – Tel: (82) 3296-1403 – www.restaurantefrutosdomar.com
  • Costa Azul Turismo – Tel: (82) 3296-2125 – www.costazulturismo.com.br
  • Restaurante Corais de Maragogi – www.coraisdomaragogi.com.br
  • Pousada Portal do Maragogi – Tel: (82) 3296-2045 – www.portaldomaragogi.com.br
  • Tropicana Turismo  – Tel: (82) 3296-1555 – www.tropicanaturismo.com.br
  • Hotel Salinas do Maragogi – Tel: (82) 3296-3030

Eu fiz com a “Frutos do Mar” que me recomendaram ser a com a melhor estrutura. Gostei bastante.

A influência das marés

Assim como a Terra atrai a Lua, fazendo-a girar ao seu redor, a Lua também atrai a Terra. A maré não é influenciada apenas pela lua sozinha. O Sol, mesmo estando 390 vezes mais distante da Terra, também influi no comportamento das marés – embora a atração lunar seja muito maior.

Maragogi-sereias

As marés consistem na subida e descida regular das águas do mar, que acontece duas vezes por dia. É aí que entram as fases lunares, sempre que o oceano está de frente para a Lua e quando está em oposição à ela, em função de sua força gravitacional que afeta a superfície dos oceanos.

Quando a Terra, a Lua e o Sol estão alinhados, ou seja na lua cheia e na lua nova, a atração gravitacional dos dois últimos se soma, ampliando seu efeito na massa marítima, criando movimentos mais fortes às marés, as “marés vivas”. Quando as forças de atração da Lua e do Sol se opõem, nas luas crescente e minguantes, as marés são nitidamente mais fracas, sem grandes diferenças entre maré alta e baixa.

O nível máximo de cada maré, cheia ou baixa, muda a cada dia, bem como seus horários. O máximo da maré alta tem o nome de preamar e o máximo da descida chama-se baixa-mar, ou “maré morta” …

Maragogi-Flavia-Ribeiro-Viagens

O ideal é que o nível esteja até 0,5. Veja na tábua das marés o nível mínimo do dia – se houver algum dia com nível entre 0,1 e 0,3, quando você vai poder observar os recifes de corais com a agua na altura dos joelhos, reserve esse dia para seu passeio. Quanto mais seca a maré, mais cristalina ficará a água. Eu fui no limite máximo (0.8), quase não dava pé… Havia uma pequena correnteza e eu só pude aproveitar bem porque fiz o mergulho autônomo com cilindro.  

A tábua de marés, além de grande importância no seu passeio, também servem nas navegações e nos portos, na abertura de canais ou no levantamento de represas. Você pode encontra-la no site da Marinha do Brasil ou entrar em contato com as empresas que fazem os passeios para verificar a programação. Lembrando que quanto mais próximo de 0.0 (maré seca), melhor.

Proteção e diversidade marinha

A barreira de corais do Brasil ocupa, de forma descontínua, cerca de 3 mil quilômetros da costa do País, entre os Estados do Maranhão e o sul da Bahia. É a única barreira de corais do Atlântico Sul!

Maragogi está no centro da “Costa dos Corais”, protegida pela APA (Área de Proteção Ambiental) e gerida pelo Instituto Chico Mendes (ICMBio). A área possui uma grande biodiversidade marinha, com diversas espécies peixes coloridos e diferentes corais que formam um dos ecossistemas marinhos mais complexos, numa imensa e impressionante quantidade e diversidade de peixes e corais que formam este lindo aquário natural.

Maragogi-Corais-ecossistema

A APA foi criada em 1997, e é ainda hoje a maior unidade de conservação marinha federal no Brasil, num território que abrange os Estados de Alagoas e Pernambuco, num raio de 400 mil hectares com 135 km pela costa brasileira. Do lado alagoano, estão sob proteção as cidades de Maceió, Barra de Santo Antônio, São Luís do Quitunde, Camaragibe, São Miguel dos Milagres, Porto de Pedras, Japaratinga e Maragogi. Em Pernambuco, a APA está presente nas cidades de São José da Coroa Grande, Barreiros, Tamandaré (Praia dos Carneiros) e Rio Formoso.

Maragogi-fundo-do-ma

A APA, com apoio da Fundação SOS Mata Atlântica, Fundação Toyota do Brasil e as prefeituras de Maragogi e Japaratinga, busca garantir a conservação dos recifes coralígenos e de arenito com sua fauna e flora, manter a integridade do habitat e preservar a população do peixe-boi marinho, além de proteger os manguezais em toda sua extensão.

As Galés tem as águas mais transparentes entre todas as piscinas do ecossistema em Alagoas. É possível nadar e ver dezenas de espécies de peixes e animais marinhos, mas o mais impressionante mesmo são os recifes coralíneos. São esqueletos de várias espécie de corais e outros organismos construtores de recifes, que encontraram ali as condições ideais para crescer e se multiplicar, entre elas a temperatura, salinidade, sedimentação, luminosidade, nutrientes, correntes, criando essa biodiversidade da vida marinha de beleza indescritível.

Gostou do post com as dicas de Maragogi? Se tiver qualquer duvida deixe um comentário aqui abaixo!

Continue lendo:

Obrigada pela visita, volte sempre!

flavia ribeiro viagens

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

3 comentários até agora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *