Já pensou em cruzar do Ocidente ao Oriente num piscar de olhos? Isso é possível em Istambul, na Turquia! A multicultural Istambul fica exatamente entre a Europa e a Ásia – separados por uma ponte! Bem no meio dela tem uma placa dizendo “Welcome to Asia” e “Welcome to Europe”.  A cidade separa também os mares Negro e Mármara pelo Estreito de Bósforo.

Istambul, embora seja uma cidade muito cosmopolita, tem muita história para contar! Cheias de palácios, fortalezas, bazares medievais, ruínas romanas e mesquitas. Vem viajar comigo nesse incrível país! 

Mesquita azul Istambul

Pra começar, um pouco da história

Em 330 o imperador Constantino I, o Grande, transformou a cidade grega de Bizâncio na nova capital, Constantinopla, que foi a última capital do Império Romano no Oriente. Constantino queria criar a “Nova Roma” e não mediu investimentos para isso.

Ao longo da história, a região foi disputada por poderosos conquistadores por conta da sua localização estratégica, entre a Ásia e a Europa. O local era a única passagem da Rússia para o sul através do Mar de Mármara, que liga o Mar Negro ao Mediterrâneo.

Até 395 Constantinopla foi a capital do Império Bizantino, o Império herdeiro do Império Romano do Oriente.  Com a queda de Roma em 476, o império ainda se manteve de pé por quase mil anos. Em 29 de maio de 1453 os turcos otomanos tomaram a cidade, episódio que a história chamou de a “Queda de Constantinopla”.

O Império Otomano foi uma das maiores forças militares do mundo, tendo conquistado territórios no Oriente Médio, Leste Europeu e Norte da África.  Nessa época o comércio da Europa com oriente já estava declinando, e as novas rotas pelo Atlântico já eram iniciadas. Dava-se início à Era das Descobertas e o fim da idade média, início da Idade Moderna.

Em 1923, um movimento nacionalista turco promoveu a abolição do império e do sultanato e criou a República da Turquia. Ancara foi intitulada como capital, mas Istambul nunca deixou de ser o mais importante centro econômico, financeiro, industrial, comercial e cultural do país.

Istambul Mesquita azul

Istambul mesquita azul

Como explorar

Há muito o que ver em Istambul! Ideal é passar uns 3 dias explorando a cidade.

A maioria das atrações está em Sultanahmet, no coração de Istambul. Cercada por mesquitas e ruínas dos antigos impérios e com vista para o Bósforo, é um bairro que reúne todas as atrações turísticas, além de ótimos hotéis e restaurantes. É lá também o melhor lugar para você se hospedar.

istambul-turquia-1-7

Lá estão a Mesquita Azul, o Palácio Topkapi, onde moravam os sultões otomanos, a basílica Aya Sofia e o Grande bazar.

Outro lugar interessante é a cisterna subterrânea de Yerebatan, do ano 532, o maior reservatório de água do período bizantino. É uma visita rápida e está bem perto da Santa Sofia, a caminho do Grande Bazar. 

Grande bazar istambul

grande bazar istambul

cisterna istambul

Fiz meu tour com a Ruken, uma guia turca que fala perfeitamente o nosso português. Sempre que vou a um lugar com muita história  prefiro contratar um guia que fala a minha língua natal, pois fica mais fácil entender a história e  a cultura.

Gostei também da comodidade e segurança que o tour me proporcionou. A Ruken me pegou no aeroporto com um motorista que nos conduziu até Sultanahmet, onde iniciamos nosso tour a pé. A visita básica por Istambul é divida em dois dias assim:

Primeiro dia

A mesquita azul

Antigo hipódromo romano

Museu de santa Sophia

O palácio de Topkapi

Grande Bazar

Segundo dia

Bazar das especiarias

Passeio no barco pelo estreito de Bósforo (demora uma hora e meia)

O palácio de Dolmabahce

O bairro de Ortakoy

Adorei passar o dia na companhia da Ruken, que é muito simpática. Deixo o email dela aqui para quem se interessar pelo serviço de guia (ruken_altinkilic@yahoo.com).

 Istambul kebab

Como chegar a Istambul

O principal aeroporto da Turquia é o Ataturk, em Istambul, que leva o nome do fundador da República e também primeiro presidente.

Viajei pela Turkish Airlines, a partir de SP num voo direto para Istambul.  A Turkish Airlines também dispõe de muitas opções de voos internos para explorar regiões como a Capadócia e Pamukkale.

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Turquia para viagens de até 90 dias. Obviamente, como nos demais países, é exigido passaporte com validade mínima de 6 meses.

Não me pediram para apresentar carteira de vacinação, mas, como boa viajante, sempre a tenho em mãos.

Religião

A Turquia é um país laico, ou seja os cidadãos tem a liberdade de escolher sua religião e todas são respeitadas, como indicado na Constituição. 95% da população é muçulmana, mas encontramos nas ruas templos, igrejas e mesquitas de diferentes religiões convivendo lado a lado.

Embora seja laico, o país possui um Ministério da religião que cuida dos aspectos relacionados às crenças e à doutrina do Islã. Nota-se que os hábitos e costumes são mais liberais do que a maioria dos demais países islâmicos, pela influência europeia. O uso de burcas, por exemplo, não é comum nas mulheres turcas, hábitos mais frequentes de países vizinhos.

No próximo post vou contar sobre minha visita à Mesquita Azul e falar mais sobre islamismo e tudo que vi e aprendi. Fique de olho no próximo post!

istambul-turquia-1-2

istambul Mesquita azul

Gastronomia turca

A cozinha turca é deliciosa e, juntamente com a culinária francesa e a chinesa, é considerada uma das melhores do mundo! Usam bastante beringela, alface, rúcula, carne de carneiro e frango. Imperdível é sentar num dos bares na região de Sultanahmet e provar o mais típico e famoso “Kebab”. Hummmm….

Kebab Istambul

Conflitos e violência

Visitei a Turquia 1 mês depois da tentativa de golpe contra o presidente turco Erdogan, quando ruas e aeroportos foram fechados. Dezenas de soldados tomaram as ruas e a ponte de Bósforo, que liga a parte oriental e ocidental, também foi fechada.

Pensei em até desistir da viagem, mas 15 dias antes soube pela Ruken que a situação já estava mais calma. Obviamente tomei cuidados de, por exemplo, usar um carro particular, e estar guiada por uma local durante toda a minha visita. Desta forma, hora nenhuma me senti insegura.

Espero que tenha gostado das dicas! Se tiver qualquer duvida, deixa um comentário aqui que responderei com prazer.

Volte sempre! bjs

Viagens e Outras Historias

Escrito por
Publicado em

Deixe aqui seu comentário!

2 comentários até agora!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.